segunda-feira, 16 de março de 2015

Um raio X do comportamento da mulher no universo digital


As mulheres brasileiras gastam mais tempo em aparelhos como celular, tablets e pcs e estão mais conectadas, quando comparada aos homens. Essa é a uma constatação do relatório Connected Life da TNS que entrevistou 963 pessoas em todo o Brasil. O estudo é realizado mundialmente, em mais de 52 países e 56 mil entrevistas para detectar e analisar o comportamento dos consumidores no ambiente digital.

O levantamento da TNS dividiu os brasileiros em quatro grupos: funcionais (38%), Observadores (12%), Conectores (12%) e Líderes (38%).

Na análise da TNS, as mulheres gastam 3 horas e 48 minutos no celular enquanto os homens, 3 horas e seis minutos. A média de aparelhos varia entre 3.8 e 4 em ambos os sexos. No Brasil, geralmente as mulheres são "Conectores" e representam 60% da amostra. Esse perfil é forte consumidor de mídia social e o envolvimento digital é parte importante de suas vidas.

Já as mulheres com perfil "Líderes" representam 56% da amostra e são mais jovens (16-34 anos) com renda mais alta e consideras alvo porque possuem alta influência digital e alto envolvimento social.


As brasileiras classificadas no grupo "Funcionais" representam 51%. Esse perfil possui baixo envolvimento e influência digital. Já os "Observadores" representam 44%, mas o perfil é representado em sua maioria por homens, 53%, geralmente com renda mais alta e consomem diferentes categorias de produto.

FONTE: CorpTV