segunda-feira, 6 de abril de 2015

Nos EUA, smartphone já é usado por 64% dos habitantes para acesso online


Autora: Silvia Bassi

Atualmente, quase dois terços dos norte-americanos (64%) possuem um smartphone com plano de dados, segundo pesquisa recente do Pew Research Center sobre o uso do dispositivo móvel nos Estados Unidos. Em 2011, a mesma pesquisa identificou que 35% da população dos EUA tinha um smartphone. Uso é especialmente ampliado entre jovens e consumidores com relativo poder aquisitivo e grau de escolaridade elevado.

A pesquisa de 2015 mostra que 19% dos norte-americanos dependem do smartphone parcial ou completamente para ter acesso à internet e manter-se conectados - seja porque não possuem conexão banda larga em casa, ou porque têm poucas opções de conexão além do telefone.

Um exemplo do que o Pew Research Center chama do fenômeno crescente da população "dependente de smartphone" é o fato de que 7% dos norte-americanos possuem smartphones e planos de dados mas não possuem nenhum tipo de conexão em casa ou fora dela além do smartphone. Somado com a alta dependência em geral da internet, isso dá ao dispositivo uma importância gigantesca na vida desses cidadãos.
Perfil dos dependentes
Na pesquisa, 15% dos norte-americanos com idades entre 18 e 29 anos aparecem como altamente dependentes do smartphone para acesso online. E 13% dos norte-americanos com renda familiar anual menor que R$ 90 mil reais são dependentes do dispositivo para estar conectados. Em comparação, apenas 1% dos habitantes com renda anual superior a 220 mil reais depende do smartphone para se conectar.

A dependência móvel também tem diversidade racial: 12% dos afroamericanos e 13% dos latinos são dependentes de smartphone, enquanto que apenas 4% dos habitantes brancos precisam do dispositivo para se conectar.

Comparada com a população que tem meios diversos de conexão com a internet, os dependentes de smartphone possuem menos equipamentos digitais, possuem menos contas bancárias, menos planos de saúde e tendem a alugar ou morar com amigos ou família ao invés de ter sua própria casa.

Falta dinheiro
Para os dependentes do smartphone, a condição financeira impacta negativamente sua habilidade de acessar serviços digitais e conteúdo online: 48% deles declararam que tiveram de cancelar ou suspender seu serviço de telefonia móvel e dados por falta de dinheiro para manter os planos de acesso.

Adicionalmente, 30% dos entrevistados na ala dos altamente dependentes disseram que frequentemente consomem a totalidade da sua franquia de acesso antes do mês acabar e 51% deles disseram que isso acontece ocasionalmente.


Para ver todo o conteúdo da pesquisa e baixar uma versão em pdf, acesse O SITE DO PEW RESEARCH CENTER.

FONTE: CorpTV