quarta-feira, 21 de maio de 2014

Adwords – Seu cliente é seu canal de vendas

Autor: Leonardo Rocha

Muita gente tem reclamado da baixa conversão e pequeno ROI em campanhas de links patrocinados no Google, especialmente em se tratando de anúncios de texto, aqueles que aparecem acima e ao lado direito do resultado de buscas do Google. Inclusive, algumas empresas estão reduzindo seu investimento em anúncios de texto e apostando todas as fichas no PLA (Google Shopping) que, diga-se de passagem, tem sido bastante elogiado em termos de venda!

Está aí um grande erro de estratégia! Se você acredita que o usuário entra no Google e faz a compra na hora, está bastante enganado. Não é assim que funciona na internet!

O caminho é muito mais longo. Nesse contexto, precisamos definir os motivos pelos quais as pessoas compram na internet. Como bem dito por um amigo da Media Factory, 3 desses motivos são indiscutíveis:

- Preço;

- Força da Marca;

- Conveniência (frete, prazo de entrega e etc).

Os grandes players do mercado tem os 3. São amplamente conhecidos, são competitivos em preço, prazo de entrega e frete.

Os médios, em muitas ocasiões, são conhecidos regionalmente e também conseguem brigar, em alguns segmentos, em preço e conveniência.

E os menores? Esses são poucos conhecidos, não conseguem acompanhar preço e muito menos conveniência. Claro, estou generalizando, existem as exceções.

O mais difícil na hora de anunciar online é saber direcionar investimento e medir qual canal de venda é mais importante. É aí que muita gente se atrapalha. É muito fácil julgar um canal dizendo que ele não converte. 

Difícil é entender a importância de cada canal para que os outros canais convertam.

Entender o processo de compra do cliente é mais importante do que qualquer coisa na hora de anunciar. Quem busca no Google e clica em um anúncio pode já ter passado pelo comparador de preços (Preço), pode ter visto sua marca no Facebook (Força da Marca), e no final do processo, entrou direto no seu site e comprou. A venda foi orgânica (sem custos)? Não!

Estar presente, o tempo todo, em todos os lugares, é o mais importante. Já dizia Woody Allen: “80% do sucesso é aparecer”. Parece óbvio, e é. O difícil é aparecer sempre com orçamento reduzido.

O segredo é testar. Não condene um canal de vendas ou uma campanha porque o ROI dela é ruim. Se você cortar o investimento no comparador de preços, por exemplo, vai sofrer com redução nas vendas em todos os canais. Pode apostar! Além disso, não importa onde você anuncia, você tem sempre que estar em linha com os motivos pelos quais os usuários compram online.


Lembre-se, seu cliente é seu canal de vendas! Pelo menos até você ter um modelo de atribuição mostrando por onde o usuário passou, indicando a importância de cada canal para a conversão.

FONTE: CorpTV