segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

7 fortes tendências novas do mercado móvel no Brasil


Para ajudar marcas a se conectar ao mercado móvel brasileiro, um mercado que não para de crescer, identificamos as principais áreas que podem fazer a diferença no planejamento de uma campanha.

No. 1 – O Brasil é líder na América Latina na adoção de dispositivos móveis por volume
Embora o México registre uma taxa maior de adoção de smartphones e usuários de tablets entre seus internautas, o Brasil é líder do mercado móvel na América Latina nas estatísticas gerais. Veja, abaixo, a razão:

- As vendas de smartphones no Brasil cresceram 118% em 2013 e devem crescer 61% em 2014.

- As vendas de telefones celulares comuns devem cair 44% em 2014,

- Em 2013, os smartphones representaram 53% dos celulares vendidos no país, mas, em 2014, os smartphones responderão por 71% dos celulares vendidos no Brasil.

- As vendas de tablets no Brasil aumentaram 119% em 2013 e alcançaram quase oito milhões de unidades. Em 2014, cerca de 11 milhões de tablets serão vendidos no país.

- Juntos, os smartphones e tablets vendidos no Brasil em 2014 representarão 83% de todos os dispositivos monitorados pela IDC, empresa líder mundial em inteligência de mercado.

- No geral, o Brasil é quarto maior mercado mundial de vendas de smartphones e um dos 10 maiores mercados de tablet do mundo.

No. 2 – Mais de 40 milhões de brasileiros usam internet móvel
É óbvio que, para os anunciantes, a ampla adoção de dispositivos móveis não ajuda muito se os compradores de smartphones ou tablets no Brasil não usarem seus aparelhos para acessar a internet. No entanto, de acordo com a empresa F/Nazca Saatchi & Saatchi, 43 milhões de brasileiros conectam-se à internet por dispositivos móveis – em comparação, o IBOPE indicou um total global de 102 milhões de internautas no Brasil. Os resultados da F/Nazca não parecem ser isolados: em dezembro de 2013, a Associação Brasileira de Telecomunicações informou que o uso da internet em dispositivos móveis no Brasil aumentou 438% desde 2010.

Entre outros dados importantes da pesquisa da F/Nazca, podemos citar os seguintes:

- 48% dos usuários de internet móvel no Brasil são das classes AB e 46% pertencem à classe C.

- 68% dos usuários de internet móvel no Brasil têm entre 16 e 34 anos e 11%, entre 35 e 44 anos.

- 54% dos usuários de internet móvel no Brasil são homens e 46%, mulheres.

- 63% dos usuários de internet móvel no Brasil usam um plano de dados pré-pago, 18% assinam um plano de dados pós-pago e 19% não têm plano de dados.

No. 3 – O WhatsApp é o aplicativo mais popular no Brasil
Um estudo conduzido no final de 2013 pela Qualcomm revelou que os brasileiros classificaram o WhatsApp como seu aplicativo favorito, enquanto o WeChat ocupou a segunda posição e o Facebook Messenger (que já foi o aplicativo mais popular do Brasil) ficou em terceiro lugar. Outro estudo realizado pela OnDevice indicou que o WhatsApp estava presente em 72% dos smartphones no Brasil e o Facebook Messenger ocupava um distante segundo lugar, com 49% de penetração.

Em termos de aplicativos estritamente sociais, a Android Brasil informou que o Facebook ficou em primeiro lugar no Brasil em novembro de 2013, seguido pelo Twitter, Google, Orkut, Tumblr e LinkedIn.

No. 4 – Mais de 8 em cada 10 proprietários de smartphones no Brasil usam seus telefones para jogar
Um estudo da empresa de pesquisa Newzoo aponta que o Brasil tem um total de 48,3 milhões de gamers, 53% dos quais afirmam usar seus smartphones para jogar. Isso significa que há mais de 25 milhões de brasileiros que jogam em smartphones. Considerando que existem cerca de 30 milhões de usuários de smartphones no Brasil, isso significa que 85% deles usam seus aparelhos para jogar. O estudo da Newzoo constatou, também, que jogos sociais ou casuais são a plataforma mais popular para os jogadores brasileiros, seguido por TV/console e PCs.

No. 5 – Os aplicativos de jogos são o tipo mais popular de aplicativo entre proprietários de smartphones no Brasil
Um estudo da Mobile Marketing Association perguntou a proprietários de smartphones brasileiros como eles acessavam diferentes tipos de conteúdo, como jogos, redes sociais e música. As opções incluíam aplicativos, redes móveis ou ambos. Quarenta por cento dos proprietários de smartphones brasileiros relataram que acessavam jogos por meio de aplicativos e apenas 11% usavam navegadores móveis. Os proprietários de smartphones no Brasil também pareciam preferir usar aplicativos para acessar redes sociais, e-mail e músicas. Os navegadores móveis eram mais populares que os aplicativos para o acesso a notícias, sites e serviços de comparação de preços.

Estudos realizados em outros mercados comprovam que anúncios dentro de aplicativos são eficazes e, portanto, esses números sugerem que essa tática poderia funcionar bem no Brasil se aplicada a jogos e redes sociais.

No. 6 – A Classe C responde por 35% dos proprietários de smartphones no Brasil
Com uma população de mais de 100 milhões e um consumo que deve superar o das classes A e B em 2015, a classe C continuará a dominar os planos de marketing no Brasil. E o mercado móvel, especialmente smartphones, deve ser visto como outra ferramenta fundamental para alcançá-la. As empresas Nielsen e Mobile Marketing Association fizeram um estudo com usuários de smartphones no Brasil e descobriram que 35% são da classe C, contra 49% da classe B, 12% da classe A e 4% das classes D e E. O estudo também revelou outros dados relevantes que podem influenciar campanhas móveis:

- Os tipos mais populares de aplicativos entre usuários de smartphones no Brasil são os de redes sociais (usados por 77%).

- Outros tipos populares de aplicativos incluem e-mail (75%), notícias (57%), música (45%) e vídeo (43%).

- Mais da metade dos usuários de smartphones brasileiros afirma usar seus dispositivos para comparar preços enquanto procuram produtos em lojas.

- 22% dos usuários de smartphones no Brasil dizem ter visitado um ponto físico de uma loja após ver um anúncio relacionado a ela em seus dispositivos.

No. 7 – O Android continua a ser o sistema operacional para smartphones mais usado no Brasil

No final de 2013, a Kantar Worldpanel informou que, entre janeiro e agosto de 2013, 77% dos smartphones vendidos no Brasil tinham o sistema operacional Android. Outro estudo do site GuiaLocal.com mostrou uma predominância menor do Android no Brasil: 63% dos smartphones usam esse sistema operacional, enquanto 28% rodam iOS, 4% vêm com Windows e apenas 0,19% utilizam Blackberry. Dito isso, esses resultados são coerentes com outros estudos que mostram a vantagem do Android, o que sugere que a segmentação de campanhas por sistema operacional deve ser ponderada de forma correspondente.

FONTE: CorpTV