quarta-feira, 9 de outubro de 2013

Brasil, um país multi-telas



O Brasil ainda é dominado pela televisão, com penetração que chega virtualmente a 99% da população. Sim TV Aberta, estou olhando para você. Mas apesar de uma parcela quase absoluta assistir TV – mesmo que pouco-, sabemos que outras tecnologias têm ganhado espaço nesta corrida pela atenção do usuário. Diversas pesquisas já mostraram que assistir TV enquanto usa smartphone, tablet ou computador é um comportamento muito comum, ainda mais aqui no Brasil.

Uma pesquisa encomendada pelo Google Brasil e realizada pela Ipsos mostrou que mais de 30 milhões de brasileiros estão consumindo mídia em pelo menos 3 telas (TV + Computador + Smartphone). 63 milhões de brasileiros usam pelo menos duas telas diariamente (TV + Computador).

A pesquisa também constatou que a penetração dos tablets aumentou 300% em relação a 2012, já os smartphones cresceram 86%, chegando a um total de 26%. Inclusive faz pouco tempo que os smartphones começaram a vender mais que os celulares convencionais no Brasil.

As 3 telas mais utilizadas para consumo de mídia são:
- Computadores (26 horas semanalmente);
- Televisão (19 horas semanalmente);
- Smartphone (13 horas semanalmente);

É importante lembrar que mais da metade (52%) das pessoas que tem acesso à internet a utilizam enquanto assistem TV, tornando o Brasil um país que tem consumo simultâneo muito forte. Lembrando que 69% das pessoas que usam mais de uma tela ao mesmo tempo dividem a sua atenção entre a televisão e o smartphone. Muitas dessas pessoas estão comentando em tempo real o que assistem, por isto que é tão comum ver programas de televisão nos tópicos mais comentados do Twitter, por exemplo. Este fato caracteriza-se como “Social TV“, que já discutimos aqui uma vez.


"Para marcas e empresas, isto significa uma necessidade de estar presente de maneira consistente e adequada, em todas as telas, para garantir ao usuário uma experiência prazerosa e coerente". - Maria Helena Marinho, direto de pesquisas do Google para América Latina

FONTE: CorpTV