quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Assunto é crucial para abertura e entregabilidade do e-mail marketing

As linhas de assunto são cruciais em campanhas de e-mail marketing. Quando bem pensadas e testadas, levam a taxas de abertura, cliques e respostas muito maiores.

Vejamos alguns números que comprovam que você deve se preocupar com o assunto em suas campanhas de e-mail marketing: segundo dados divulgados na Email Evolution Conference 2010, 69% das pessoas se baseiam no assunto antes de abrir a mensagem, 60% dos internautas clicam em “denunciar como spam” baseados no assunto do e-mail, 80% dos destinatários deletam ou reportam “mensagem como spam” sem mesmo abri-la. Um assunto personalizado gera um incremento de até 39% em aberturas, assim como a menção do período em que expira a promoção na linha de assunto também aumenta em 39% essa taxa.

Além disso, o assunto do e-mail deve informar o essencial nos primeiros 25 caracteres – acima disso, ele nem sempre será exibido. A segmentação também é fundamental: aumenta em 42% a taxa de abertura.

Outros fatores também precisam ser analisados. Será que o assunto que você colocou no e-mail marketing é útil? O público-alvo considera o assunto interessante ou atraente? É importante passar no assunto o senso de urgência? O único ponto relevante na linha de assunto é obter a abertura?

As respostas podem ser sim e não. Isso mesmo! A mensagem passada no assunto é tão importante quanto o fato de o e-mail ser aberto ou não. O texto da linha pode deixar uma boa impressão aos consumidores e também fortalecer a marca da empresa.

Dê atenção ao tamanho da linha de assunto, pois existem limites máximos aceitos nos smartphones e nos provedores. Cuidado ainda com as linhas muito curtas porque elas podem ficar sem sentido.

A repetição de assuntos em campanhas seguidas também pode ser um grande problema. É importante passar a ideia de que os benefícios oferecidos são únicos e exclusivos. Além disso, algumas palavras, como “clique aqui”, “trabalhe em casa”, “sigilo absoluto”, “curso”, “ganhe dinheiro”, “consulte-nos” e muitas outras deixam a suspeita de spam. Por isso, é preciso ter muito cuidado com o texto que vai utilizar no seu envio.

Por fim, teste mensagens com 10% da sua base usando assuntos diferentes e, após 24 horas, utilize aquele que deu mais resultado para todos.


Vale a pena ser criativo para obter uma melhor resposta às suas campanhas.

FONTE: CorpTV