segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Pesquisa revela que Facebook atrai mais interesse de anunciantes

Segundo um estudo da revista Advertising Age, referente ao mês de agosto, o Facebook não é mais visto como um canal experimental para projetos de marketing e publicidade, e os anunciantes começam a destinar fatias mais consistentes do seu orçamento para a rede social. A pesquisa é a terceira desde junho de 2012 e foi realizada em conjunto com a RBC Capital Markets.

O levantamento apontou que 83% dos entrevistados afirmaram usar o Facebook como um canal de marketing. De acordo com eles, a presença de marketing na rede social inclui a compra de publicidade, a criação de uma página para a marca ou o monitoramento do buzz social sobre a empresa. Desde o primeiro estudo, houve um aumento substancial no número de participantes que afirmou anunciar no Facebook: 74% em agosto de 2012 contra e 54% em junho de 2012. Além disso, 93% disseram planejar investimentos para os próximos 12 meses.

26% dos participantes declararam trabalhar como profissionais de marketing ou clientes e 30% alegaram ser funcionários de agências de publicidade. O restante ficou distribuído entre funcionários de empresas de mídia e consultores.

Para o analista da RBC Capital, Mark Mahaney, o aumento do percentual de profissionais de marketing que estão comprando publicidade na rede social é um indicador claro de que há uma receita adicional voltada para o Facebook. Ele também destacou que, como muitos deles entendem que o retorno sobre o investimento (ROI) melhorou em seis meses, essa receita pode ser considerada sustentável.
Apesar de Mahaney ser otimista com esse resultado, enquanto 43% dos respondentes declararam que o ROI aumentou nos últimos meses, 48% disseram que o retorno não mudou e 9% acreditam que tenha deteriorado.

O estudo mostrou que, entre os seis sites mais relevantes para publicidade online, o Facebook ficou em segundo lugar, encostando no Google, em primeiro. Os outros foram LinkedIn, Twitter, AOL e Yahoo!.
Segundo a pesquisa, não há muita clareza sobre a diferença do retorno sobre investimento no Facebook no desktop ou em mobile. Mais de 74% disseram que anunciar no aplicativo da rede social é muito importante ou importante para seus planos de marketing. Mas 38% não conseguem identificar a diferença do ROI entre uma ou outra. Outro dado revelado é que 66% dos anunciantes disseram comprar publicidade diretamente do Facebook, sem intermediários.


O estudo foi realizado via perguntas online com 1,2 mil assinantes da revista AdAge durante o mês de agosto. Os gráficos com todas as respostas do levantamento podem ser baixados em PDF pelo site da AdAge (CLIQUE AQUI).

FONTE: CorpTV