quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Facebook: como fornecer internet para 5 bilhões de pessoas

No dia 20 de agosto, o Facebook anunciou uma parceria com Ericsson, MediaTek , Nokia, Opera, Qualcomm e Samsung para lançar Internet.org – um projeto dedicado a ajudar dois terços do mundo, que atualmente não tem acesso à internet, a se conectar. Mas como a rede social planeja fornecer internet para cerca de 5 bilhões de pessoas?

Durante o lançamento do projeto, Mark Zuckerberg publicou um artigo detalhando algumas das estratégias para alcançar o objetivo. Entretanto, não ficou extremamente claro como o Facebook iria realizar tal proeza. 

O que ficou claro foi o desejo da rede social em expandir suas operações para mercados emergentes, e por isso, a inserção de internet na vida das pessoas que ainda não possuem acesso é de extrema importância.

Porém, novos arquivos, chamados "white paper”, contendo 70 páginas, revelam como o Facebook já resolveu inúmeros desafios em escala. Os detalhes impressos nos documentos podem ajudar a descobrir como a empresa planeja ajudar bilhões de pessoas.

A rede social orgulha-se de que seus usuários tenham, até hoje, compartilhado 4,75 bilhões de itens de conteúdo no Facebook (incluindo atualizações de status, mensagens no feed, fotos, vídeos e comentários). Além disso, os adeptos do Facebook já fizeram mais de 4,5 bilhões "likes”, enviaram mais de 10 bilhões de mensagens e publicaram mais de 250 bilhões.

Somando estes dados, o Facebook armazena 250 petabytes de dados em seus “datas centers" – um dos sistemas mais avançados do planeta. Portanto, para entender como o Facebook vai realmente ajudar o planeta é necessário olhar atentamente para esse "white paper” da companhia – que mostra muito profundamente como a rede sociais superou os complexos desafios técnicos, ao logo de sua história.

Por exemplo, no "white paper”, o Facebook descreve como ele construiu uma ferramenta chamada HipHop, agora um projeto open-source no GitHub. Além disso, mostra outras tecnologias como Corona , uma ferramenta para programar de forma mais eficiente os trabalhos computacionais; AvatarNode , uma ferramenta para gerenciamento e coordenação de operações para o armazenamento de arquivos HDFS; e uma versão personalizada do Apache Giraphe.

O "white paper”também descreve as maneiras, de como a rede social otimizou seus aplicativos móveis para a utilização em diversos dispositivos - com capacidades diferentes, em diferentes idiomas e em diferentes partes do mundo.

Além disso, o documento aborda o porquê o Facebook adquiriu a Snaptu, em 2011, para fornecer uma versão da rede social nos aparelhos celulares comuns – que é utilizado hoje por mais de 100 milhões de usuários no mundo.

Os arquivos mostram também como o Facebook descreve os esforços da Qualcomm e Ericsson para tornar tecnologias de rede subjacentes à internet sem fio ainda mais eficiente.


Portanto, o “white paper” pode ser considerado um manual instrutivo para descobrir como o Facebook vai, tecnologicamente, viabilizar internet para bilhões de pessoas nos próximos anos.

FONTE: CorpTV