segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

7 tendências atuais da mídia brasileira

A compreensão do uso e consumo de mídias é obviamente importante na hora de decidir como alocar investimentos em mídia. Para ajudar nossos colegas no Brasil a tomar a melhor decisão, decidimos compartilhar algumas pesquisas recentes que podem ser bastante úteis.

No. 1. Até 2017, 98% dos internautas brasileiros acessarão a internet pelo celular
Um relatório da eMarketer incluiu essa projeção com base nos padrões atuais de uso. A eMarketer observa também que, em 2013, 53% dos brasileiros estão acessando a internet pelo celular e que esse percentual aumentará para 67% no próximo ano. Mas de quantas pessoas estamos falando? As últimas estimativas do IBOPE indicam um total de 105 milhões de internautas no Brasil, enquanto os números divulgados pela comScore são um pouco mais conservadores: 92 milhões. Isso significa que entre 61 e 70 milhões de brasileiros acessarão a internet pelo celular em 2014.

No. 2. 9 dos 30 maiores jornais do Brasil usam o sistema de assinatura paywall
A Folha adotou o paywall em 2012 e, recentemente, diversos outros grandes jornais brasileiros implementaram o sistema, entre os quais O Globo, Zero Hora, Valor Econômico, Correio Braziliense, Estado de Minas, Gazeta do Povo, O Amarelinho e ABC Domingo. Até o momento, a única exceção notável a essa tendência no uso do paywall é o jornal O Estado de S. Paulo.

No. 3. A Classe C responde pelo maior público ouvinte de rádio no Brasil
Novos dados divulgados pelo IBOPE traçam o perfil dos ouvintes de rádio do Brasil e mostram que 48% pertencem à classe C, enquanto 36% são da classe B, 5% da classe A e 11% da classe D. Os tipos de música que os brasileiros afirmaram ter ouvido no rádio nos últimos sete dias incluem sertanejo (58%), MBP (47%), samba/pagode (44%), forró (31%) e rock (31%). É importante destacar que 81% dos brasileiros que ouvem samba/pagode também escutam sertanejo. A música popular brasileira parece agradar um pouco mais as mulheres (54%) e quase metade dos ouvintes (46%) pertence às classes A e B. O rock, por outro lado, tende a ter um público masculino maior (53%), mais da metade dos ouvintes (52%) são das classes A e B e 45% ouvem programas de notícias internacionais no rádio.

No. 4. TV por assinatura deve crescer 18% no Brasil em 2013
Um relatório anual recente intitulado Mídia e Fatos, elaborado pela Associação Brasileira de Televisão por Assinatura (ABTA), projeta um crescimento de 18% no mercado de TV paga em 2013. Atualmente, segundo a Anatel, mais de 17 milhões de lares no Brasil possuem algum serviço de TV por assinatura e a ABTA prevê que, em 2018, 65% dos lares brasileiros terão TV paga. Considerando que a televisão está presente em quase 100% dos lares brasileiros e que há cerca de 58 milhões de domicílios no país, isso significa que aproximadamente 37 milhões de casas terão TV por assinatura.

No. 5. Brasileiros gastam 2 horas e 40 minutos por dia com jogos no celular
Uma pesquisa realizada pelas empresas Blend New Research, ESPM e Sioux indicou que o celular é a segunda plataforma de jogos mais usada por gamers brasileiros – 75% preferem o dispositivo. Os computadores ocupam a primeira posição, com 85% da preferência, enquanto os consoles são preferidos por 66% dos gamers brasileiros e os tablets por 31%. A maioria (70%) dos brasileiros que jogam no celular usa o sistema operacional Android, 9% usam o Windows Phone e 6% usam o iOS.

No. 6. Internautas brasileiros costumam beber cerveja e ter animais de estimação
Estudos recentes do IBOPE fizeram algumas perguntas sobre o estilo de vida de internautas brasileiros e revelaram alguns fatos que podem ser relevantes para profissionais de marketing digital. Em primeiro lugar, 80% dos internautas brasileiros possuem animais de estimação – 63% deles são donos de cães e 27% têm gatos. Outra pesquisa mostrou que 70% dos internautas brasileiros tinham bebido cerveja nos últimos 30 dias, enquanto o vinho ficou em segundo lugar em popularidade. Por último, quase um terço (32,5%) dos internautas no Brasil afirma visitar sites de humor. Fonte: IBOPE

No. 7. Brasileiros que têm TV por assinatura continuam assistindo à TV aberta

Segundo uma pesquisa publicada pelo instituto Data Popular no início deste ano, 72% dos assinantes de TV paga no Brasil continuam assistindo a canais de TV aberta. Na verdade, 39% dos assinantes de TV paga no Brasil continuam assistindo aos mesmos canais abertos que assistiam antes de contratar um serviço de TV por assinatura. Outros 43% apenas reduzem a quantidade de horas que passam assistindo a programas gratuitos de televisão.
FONTE: CorpTV