quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Uma evolução da comunicação tradicional

Atualmente, com o auxílio de áudio, vídeo e outros tipos de recursos como enquetes e chats, é possível fazer com que um enorme número de indivíduos receba a mensagem enviada, a qualquer hora ou lugar, conferindo qualidade, acessibilidade e reduzindo custos. Mas nem sempre foi assim…

Há algumas décadas, reuniões com um grande número de envolvidos podiam ser feitas apenas pessoalmente, seguindo um modelo exclusivo de proximidade geográfica. Com o advento dos aparelhos telefônicos com sistema viva-voz, esse conceito mudou um pouco, porém para que fosse eficaz, era preciso que algumas pessoas se reunissem numa mesma sala para interagir com outras que estivessem em um local distinto. As ligações não tinham boa qualidade, mas davam margem para um novo conceito: o da virtualização.

Na década de 1990, com a expansão da internet, o telefone deixou de ser o principal meio de comunicação interativo e surgiram outras possibilidades, como e-mails, mensagens e chats, que foram amplamente difundidos a partir do novo século. Tendo em mãos uma série de aplicações 2.0, foi criado, então, o conceito de Comunicações Unificadas e Colaboração, que visa juntar todas essas possibilidades de interação a fim de estreitar os relacionamentos entre os colaboradores de uma empresa mesmo que estes não estejam próximos.

Com a novidade das Comunicação Unificadas, no final da década 1990, Estados Unidos e Europa passaram a mudar seus métodos administrativos, contratando pessoas qualificadas em diferentes áreas do nundo sem levar em conta onde cada um dos funcionários se encontrava fisicamente. Nos anos seguintes, houve uma transformação completa no ambiente de trabalho e o home office foi apresentado (e aceito) como um conceito inovador.No Brasil, as Comunicações Unificadas também estão ganhando espaço. Como de costume, o País segue modelos de fora e a tendência é que este tipo de serviço esteja cada vez mais presente nas companhias instaladas aqui.

As Comunicações Unificadas e Colaboração correspondem às técnicas empregadas para que pessoas possam interagir e se comunicar com facilidade mesmo estando geograficamente distantes. Por meio de salas virtuais de reunião, é possível promover uma proximidade entre os envolvidos, independentemente do local em que cada um estiver. Esse tipo de reunião remota é utilizada pelo setor corporativo no mundo todo. Isso porque essa tecnologia, comprovadamente, aumenta a produtividade dos funcionários, reduz o tempo gasto com reuniões, diminui o custo com deslocamentos e colabora para que haja uma emissão menor de gás carbônico.

A combinação entre comunicação e colaboração tende a ser uma ferramenta fundamental para muitas empresas, sejam elas pequenas, médias ou grandes. Atualmente, as possibilidades apresentadas são inúmeras e é possível optar entre recursos de telecomunicação ou web, dependendo da necessidade. As ferramentas de colaboração podem ser aplicadas em tempo real em reuniões remotas (online) ou com a opção de compartilhamentos sem interação em tempo real (offline). Dentre as aplicações multimídia disponíveis nas UC&C, estão a criação de salas virtuais via telefonia ou VoIP, apresentação de vídeos, realização de chats e inclusão de enquetes.

Contando com o auxílio oferecido pelas empresas especializadas em UC&C, como a CorpTV, as companhias podem transmitir conferências, realizar treinamentos, disponibilizar materiais para download e criar salas de ligações telefônicas, transformando sua maneira de gerenciar determinados processos e tornando sua empresa mais produtiva.

Com o objetivo principal de difundir informações com rapidez e máxima eficiência, as Comunicações Unificadas e Colaboração podem ser empregadas nas mais variadas situações, e em quaisquer setores, garantindo segurança e alto desempenho no relacionamento corporativo, além de acrescentar vantagem competitiva ao negócio.


CLIQUE AQUI e saiba como as ferramentas de Comunicação Corporativa da CorpTV podem auxiliar o seu negócio.

FONTE: CorpTV