segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

O crescimento de emissoras na Internet

Nos últimos anos, a radiofusão tradicional e a Internet têm desenvolvido uma forte relação simbiótica em razão dos consumidores. Ambos se voltam para a rede como fonte primária de conteúdo. Para rádios de faculdade em particular, com pequenos orçamentos que podem limitar o acesso a uma frequência e uma missão que, por definição, inclui estudantes de formação para uma indústria de rádio recriada, a Internet pode ser o local de emissão primária e a ferramenta valiosa para incentivar a participação, ensinar habilidades, promover a estação e seus programas e desenvolver uma cultura de excelência, comunidade e inclusão.

A rádio KSFS é parte integrante do departamento de transmissão eletrônica e do Departamento de Artes de Comunicação (BECA) da Universidade Estadual de San Francisco. Tem uma história interessante que influenciou nossos planos atuais e futuros. Conhecida em seus primeiros dias como KRTG (Rádio & Television Guild), a estação foi iniciada por volta de 1942, como parte do currículo do departamento de rádio teatro. Mas a estação estudantil não conseguiu a frequência usual e a necessária licença da FCC. Por razões que se perderam na história, começou simplesmente como um serviço de reprodução de áudio, transmitido na quadra do campos por meio de um par de alto-falantes, sem qualquer marca no dial. Eventualmente, o sinal da estação também foi enviado para os dormitórios dos estudantes em um sistema de cabo. Quando surgiu a oportunidade de garantir uma frequência durante o período de agitação na década de 1960, a Universidade negou e alegou medo de amplificar as vozes dos estudantes: "são muito radicais". Quando a Internet tornou-se robusta o suficiente para uma transmissão ao vivo na década de 1960, a KSFS transmitiu a partir de um transmissor minúsculo de 10 microwatt empoleirado no telhado da biblioteca da Universidade, e atingiu, como uma brincadeira, cerca de 50 metros. A pequena vareta de plástico que serviu como antena foi muitas vezes coberta de excrementos de pombo (o que prejudicou um maior alcance de transmissão). Após vários anos, no entanto, pessoas inteligentes do BECA decidiram se agarrar à Web em crescimento e a KSFS se renovou como uma rádio única de Internet.

Este compromisso com a Internet influenciou nossos professores, programadores e todo o departamento de inúmeras maneiras. Para muitas aulas no BECA que criaram conteúdo (rádio KSFS, nossos programas de TV, mídia móvel e muito mais) distribuímos o conteúdo de trabalho de todo o departamento em nosso site. ksfsmedia.net. No entanto, o canto da sereia da radiofusão terrestre (com um transmissor e antena) ainda gera interesse considerável e há um debate sobre o que faríamos se a frequência viesse a se tornar disponível para nosso uso. Mas frequências disponíveis são raras e podem ser absurdamente caras, mesmo com a recente abertura do FM de baixa potência (LPFM) nos Estados Unidos. Curiosamente, eu iria postular que frequências serão fáceis de encontrar e muito menos caras em poucos anos, uma vez que rádio - e seus anunciantes - migram para a Web, como eu acredito que eles irão certamente. A questão que se levanta é: será que nós, ou qualquer outra pessoa, pensarão sobre a aquisição de uma frequência até lá? Em qualquer caso, para um futuro previsível, a KSFS, permanece como uma estão de rádio na Internet e nós celebramos nossa capacidade para chegar do outro lado do mundo e desfrutar de olhares e ouvidos indiscretos da FCC (no momento, de qualquer maneira).

Nosso foco é sobre como a Internet pode ser uma vantagem para nossa estação, seus programas, nossos alunos e nossos ouvintes. Temos nos cobrado constantemente sobre como podemos acrescentar novas funcionalidade que refletem em como os ouvintes interagem como a estação. Há um novo senso de direito entre os ouvintes da rádio. Eles querem ser tratados como membros e eles têm novas maneiras de acessar o conteúdo e assuntos a ele relacionados. Cabe, portanto, aos orientadores, instrutores, gestores e toda a equipe, permanecer à frente da curva cultural emergente. Há várias maneiras, fazemos isso na KSFS.

Primeiros e acima de tudo, precisamos criar e entregar conteúdo de qualidade com um completo entendimento dos pontos fortes do meio. Eu desafio os nossos alunos a encontrar maneiras de pensar sobre a rádio e desenvolver novas formas de programação; para saber, informar e descobrir que rádio pode ser agora e para não estar vinculado a noções preconcebidas sobre o que o rádio é ou tenha sido. É aí onde uma rádio universitária pode brilhar verdadeiramente - ao alimentar, inovar e criar e ainda trazer à tona os subterrâneos dos sons e idéias que não se ouve em outro lugar, livre da regulamentação impostas ou motivações comerciais. É verdade que empurrar o envelope de rádio com um mandato para treinar os novatos pode levar a valores de produção desiguais, para dizer no mínimo. A chave é a dedicação dos instrutores na procura por excelência, a consideração do público e uma cultura de exploração. Não é fácil, mas as recompensas para nossos estudantes - e nossos ouvintes - fazem o esforço valer a pena.

Em segundo lugar, devemos entender como o rádio é ouvido e apreciado. Os velhos tempos de rádio na bancada estão muito longe. Jovens ouvem em um computador ou um dispositivo de escuta pessoa. Aqueles que escutam em seus carros não podem prontamente receber rádio na Internet - ainda - embora isso, claro, vá mudar em breve. Ouvintes agora estão acostumados a dar feedback e contribuir para o que ouvem com suas mensagens de texto e outras caixas de ressonância online. Na KSFS, tentamos abrir nossas portas para nossos ouvintes com as velhas e novas formas. O telefone ainda existe e nós pedimos a eles para ligar, mas também oferecemos uma sala de bate-papo no estilo mensagem online, instantânea, que provou para ser muito popular. Os Djs e os ouvintes se envolvem em todos os tipos de comentários nas conversas dentro e fora do ar. Nossas equipes de radiofusão se acostumaram a ter um co-anfitrião que pode operar a sala de bate-papo mesmo enquanto está ao vivo, no ar, e o resultado é uma conversa selvagem, circular, altamente divertida de se ouvir, assistir ou participar. Isso traz os programadores e os ouvintes ao mesmo espaço comunitário, uma rádio de "praça", e é um poderoso motivador para ficar atento.

Esse terceiro lugar, a Internet desempenha um papel primordial na produção da KSFS e nós encorajamos nossos anfitriões, os estudantes, a cultivar a sua própria presença online, bem como contribuir para a presença online da estação como um todo. Anunciamos eventos especiais no Facebook, Twitter e outros sites de mídia social para atrair novos ouvintes e geralmente manter viva a conversa sobre a KSFS. Cada um de nossos shows tem sua própria página de Facebook com seus fãs e muitos programas mantém seu próprio site onde eles "blogam", postam podcasts e interagem com os ouvintes. Vários de nossos programas online continuam depois da faculdade e alguns são sindicalizados. A estação também mantém suas próprias páginas no site, com todos os tipos de informações, incluindo a programação atual, artigos, bios de gestão filosofia da estação, blogs e amostrar de programação. Nós também encorajamos os alunos a utilizar outros locais online para avançar suas amostragens e a KSFS como um todo. Estas oportunidades não só permitem aos alunos expandir suas amostragens, como ensinam a eles a promover seus shows, escrever melhor, copiar e cultivar sua persona pública online, uma habilidade valiosa para alguém que espera se envolver na mídias.

Finalmente, nós mantemos um segundo fluxo juntamente com o fluxo principal, que usamos para eventos especias, shows ao vivo, esportes e assim por diante. Consideramos como poderíamos programar totalmente nosso segundo fluxo (conhecido como o Deuce), criando essencialmente como uma segunda estação de rádio inteiramente nova, com uma personalidade única e todas as suas propriedades.

Com uma compreensão completa das novas ferramentas da Internet para interagir com nosso público, o poder de alcance mundial e um sólido conhecimento dos fundamentos, como a boa escrita, o poder persuasivo da voz humana, a influência única do áudio e ficar focado no público, como exemplo, a KSFS pode continuar a ser uma excelente base de treinamento para as novas gerações de programadores, uma estação de rádio soberba em sua própria diretiva e uma diversão para nossos ouvintes.


Quer criar a sua rádio online via Streaming? CLIQUE AQUI e conheça o serviço CorpHosting da CorpTV.

FONTE: CorpTV